quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Notícias Fresquinhas da Manhã!

Ainda um gajo mal acordou, já está a ser bombardeado por notícias absolutamente aterradoras... Bom, para ser honesto, era para ter escrito isto logo que acordei. Mas preferi deixar passar umas horas, para ver se na minha mente se orquestrava algum sentido. Depois, ao fim de algum tempo, pareceu-me que passassem os minutos e horas que passassem, não o conseguiria. Portanto, decidi que devia era comentar.


A primeira com que levei foi a da recandidatura de Santana Lopes à Câmara Municipal de Lisboa. Pensei que ainda estava a sonhar. Mas não...não...olhei, olhei e percebi que estava...acordado... SANTANA VÊM MESMO AÍ OUTRA VEZ, exclamei! Primeiro, fiquei alarmado, confesso. Um dos políticos mais incompententes da nossa praça, volta por intermédio da anuência dos órgãos do PSD. A reinação com o povo português continua, pensei... Mas, depois, respondi a mim próprio; mas qual reinação? A malta o que gosta é de pão e circo! Não mexer uma palha, votar nos mesmos, votar nos incompetentes e tachistas! Ora bolas, Renato, porque te preocupas?! Eis o que a malta quer! Não é o Batatinha! É o Santana! De preferência com um tema musical do Tony Carreira!




Outra das notícias estava estampada no Correio da Manhã. Dias Loureiro ganhou 7,1 milhões com a venda das acções que detinha da Sociedade Lusa de Negócios ao grupo Banco Português de Negócios, principal activo, como todo a gente já sabe, por agora, da SLN. Para vos ser muito franco, estou-me borrifando para estes negócios. Desde que eles paguem pelas transacções uma grande parte para o bolo comum, em impostos. Mas o que me veio logo à cabeça (e ao estômago, via uma naúsea súbita) foi a frase que este senhor disse em directo, na entrevista à Judite de Sousa na RTP1; disse este rapaz que não se considerava uma pessoa rica... Posto isto, e sabendo nós que ontem saíram mais dados do INE que apontam para uns belos 18% de pessoas que vivem no limiar da pobreza, com 379€ mensais, o que são uns meros 7,1 milhões de euros? Certamente que, para Dias Loureiro e outros engravatados que tais, serão mais umas almoçaradas no Gambrinus à conta da crise dos outros... Haja decência... Porque hipocrisia, já temos aos molhos...

A última notícia que me fez acordar mais confiante no mundo novo que estamos a construir, pode ser apelidada mais de fait-d'hiver do que qualquer outra coisa. Seja como for, decidi registar esta notícia aqui no blog por duas razões: para memória futura e para que as pessoas conheçam e vejam bem onde estamos metidos... Manuel Sebastião, da Autoridade da Concorrência, decidiu que, ao fim de cinco meses de uso, o seu carro de serviço deveria ser trocado. Bom, podemos especular um bocadinho... Se calhar o homem tinham lá as suas razões... Quem nos diz que Abel Mateus, seu antecessor, não teria hemorróidas? Ou que colava ostensivamente macacos que tirava do nariz no seu banco? Ou ainda que Manuel Sebastião estava tão habituado a estar sentado num ângulo recto e o banco do carro do seu antecessor estava dois graus desviado para o ângulo grave? Bom, especulações...

2 comentários:

João Pedro Moreno disse...

é boa gente... gente esforçada que obteve tudo com o seu suor...

Renato André disse...

Sim!... Pessoas cujo bom fundo se vê e se nota na vida pública! :)