quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Guerra...

Confesso que sobre o conflito Israelo - Palestiano não tenho posição definida. Sinceramente, lamento que na análise deste assunto não haja alguma moderação e bom senso. Ou se é ferozmente pró - Israelita ou pró- palestiano.Não há meio termo.O que é, no minímo, um disparate... Neste conflito não há culpados nem inocentes. Os únicos inocentes são as pessoas que já morreram ou ficaram feridas por causa deste. Uma vida de um Palestiniano n vale mais q a de um Israelita e vice-versa.
Neste momento o que se passa é que existe uma organização terrorista chamada Hamas que envia rockets contra cidades israelitas. Este grupo terrorista n reconhece o direito à existência do estado de Israel e recusa-se a negociar. Usa as populações de Gaza como escudo de protecção. Os seu membros misturam-se com a população civil. Claro que estou a falar da arraia miuda do Hamas e não dos "mandões"( os seus principais dirigentes).Estes estão tranquilamente em Damasco na Siria...
Como já tem sido referido inúmeras vezes, esta reacção de Israel é completamente desproporcionada. Faz tanto sentido como matar uma osga com uma metralhadora. Israel nunca vai conseguir eliminar o Hamas desta forma. Esta Guerra só tem feito vitimas inocentes. A esmagadora maioria do povo de Gaza nada tem que ver com o Hamas. Só quer ter paz e uma vida com um minimo de dignidade. É injusto que esteja a sofrer por causa de um grupo de fanáticos e assassinos.
Estou perplexo perante a passividade da comunidade internacional. Esta devia exigir o cessar fogo imediato. Esta escalada de guerra n pode continuar. Sob pena de assistirmos a uma catástrofe humanitaria sem precedentes naquela região...

5 comentários:

Renato André disse...

"A esmagadora maioria do povo de Gaza nada tem que ver com o Hamas." O Hamas ganhou as últimas eleições de forma clara e tem o apoio da população.

João Pedro Moreno disse...

A populaçãp tem é medo do Hamas... A população votou no Hamas porque estava facto da corrupção da Fatah.
De facto, muitas vezes em Democracia, as pessoas fartas de polticos corruptos e incompetentes, votam em movimentos populistas, totalitários e anti-democraticos. A maior parte das vezes mais tarde arrependem-se... Recordo que, por exemplo Hitler e os Nazis ascenderam ao poder na Alemanha de uma forma democrática. O povo Alemão estava farto da incompetencia dos politicos e embarcou na fraude Nazi. Com as consequências que todos sabemos...
O Hamas insere-se neste tipo de movimentos referidos atrás. É um grupo de fanáticos e terroristas que não reconhecem o direito á existencia do Estado de Israel e querem aniquilá-lo. Recusam o diálogo e a negociação. A sua unica linguagem é a violência.
Com esta sua atitude tem feito sofrer muito o povo de Gaza. Portanto é impossivel que este não esteja arrependido de ter votado neste grupo de assassinos.

João Pedro Moreno disse...

....

Renato André disse...

Não faço puto de idéia porque deixaste as reticências, mas reitero que qualquer povo que seja submetido a cercos, sendo Gaza a maior prisão do mundo, tem o direito de reagir e de se defender, de querer uma nação que lhe foi sonegada e ocupada sistematicamente.

João Pedro Moreno disse...

i